Em jogo mil do árbitro de vídeo, Série A tem estreia do VAR à distância

Em jogo mil do árbitro de vídeo, Série A tem estreia do VAR à distância

Em que jogo que completou marca histórica, arbitragem brasileira entrou em campo remotamente pela Série A

Em jogo mil do árbitro de vídeo, Série A tem estreia do VAR à distância Em jogo mil do árbitro de vídeo, Série A tem estreia do VAR à distância
Créditos: Matheus Tripoli/CBF

Leandro Vuaden ainda fazia seu aquecimento, na Neo Química Arena, quando a mais de 600 km de distância, a arbitragem brasileira se preparava para viver um dia histórico. Em Corinthians x Flamengo, partida em que completou a marca de mil jogos com árbitro de vídeo (VAR), a CBF apresentou a primeira partida com VAR remoto na história da Série A do Campeonato Brasileiro.

Por meio da instalação de fibras óticas, a equipe comandada por Daniel Nobre Bins (RS) atuou em uma das cabines de VAR instaladas no Centro de Excelência da Arbitragem Brasileira (CEAB), no Rio de Janeiro. Ao longo do jogo, uma série de checagens 'silenciosas' foi realizada, sem a necessidade de Vuaden ir à tela do VAR em campo e sem adicionar tempo de jogo à partida.

"O Centro de Excelência é um sonho. Desde o momento que a gente viu que ia alcançar essa marca de mil jogos, já estando perto de estar operando completamente daqui todos os jogos da Série A, a gente teve essa ideia de fazer o jogo daqui", contou Leonardo Gaciba, Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF.

Em jogo mil do árbitro de vídeo, Série A tem estreia do VAR à distância Daniel Bins foi o árbitro de vídeo de Corinthians x Flamengo
Créditos: Matheus Tripoli/CBF

Primeiro árbitro a comandar uma cabine de VAR remotamente na história do Campeonato Brasileiro, o gaúcho Daniel Bins comemorou a oportunidade de atuar no jogo entre Corinthians e Flamengo e "inaugurar" o CEAB na Série A:

"A Central vai ser uma revolução dentro da arbitragem brasileira. Poderemos nos capacitar, vir a esse centro, treinar, melhorando cada vez mais nosso desempenho. É fantástico estar aqui e poder fazer parte de toda essa construção".

Jogo mil do VAR no Brasil


Milésimo jogo do VAR em competições da CBF, Corinthians x Flamengo inaugurou uma nova era na arbitragem brasileira. A ideia é que, em um futuro bem próximo, todos os jogos da Série A do Campeonato Brasileira contem com as cabines remotas do VAR, trazendo mais segurança, praticidade e possibilidade de aprendizado dos árbitros.

Recentemente, a entidade anunciou a implementação do VAR no segundo turno da Série B e nas fases finais das Séries C e D do Brasileirão. Além disso, o árbitro de vídeo já está na Copa do Brasil, no Brasileiro Feminino, na Copa do Nordeste e na Copa Verde, um investimento da CBF no desenvolvimento do futebol brasileiro.

"É um marco muito importante, né? Mostra todo o investimento que a CBF está fazendo na arbitragem, mas acima de tudo no futebol brasileiro como um todo. Alcançar essa marca de mil jogos e saber que essa marca vai crescer tão rapidamente, agora com a inclusão das fases finais da Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro. Já estamos no futebol feminino, na Copa do Nordeste, na Copa Verde. O VAR vai cada vez mais ampliando o número de competições, o número de jogos. É uma vitória do futebol brasileiro como um todo. É um pedido dos próprios clubes, que mostram que cada vez mais têm segurança em uma ferramenta tão importante para a arbitragem", declarou Leonardo Gaciba.

Em jogo mil do árbitro de vídeo, Série A tem estreia do VAR à distância Equipe do VAR de Corinthians x Flamengo, o primeiro a ser operado remotamente na história da Série A do Campeonato Brasileiro
Créditos: Matheus Tripoli/CBF


Veja mais