ENAF realiza cursos para árbitros e instrutores

ENAF realiza cursos para árbitros e instrutores

Entre os dias 11 e 22 de setembro, a Escola Nacional de Arbitragem do Futebol realizou quatro cursos de qualificação para instrutores e árbitros. Veja vídeos!

20160919 Curso de árbitros da CBF

Créditos: Bruno Pacheco/CBF

Entre os dias 11 e 22 de setembro, a Escola Nacional de Arbitragem do Futebol realizou quatro ciclos de atividades de aprimoramento e qualificação para instrutores, árbitros e árbitros-assistentes. Foram eles o curso para instrutores físicos e técnicos de árbitros de futebol, curso para analistas de desempenho da arbitragem e os cursos RAP-FIFA para árbitros promissores e de elite. As atividades foram realizadas no Oscar Inn Eco Resort, em Águas de Lindoia, interior de São Paulo. 

Os instrutores indicados pela FIFA para coordenar as atividades do RAP foram os ex-árbitros Jorge Larrionda e Oscar Ruiz (pilar técnico), além de Silvio Aguinaga (pilar físico), com o suporte e apoio dos instrutores da ENAF e da Comissão de Arbitragem da CBF. 

Ana Paula Oliveira, secretária-diretora da ENAF, explica que todo o conteúdo programático é elaborado pelos instrutores internacionais. Ela destaca, contudo, a inclusão de palestra sobre o árbitro de vídeo entre as atividades.

– Nós inserimos no cronograma a palestra sobre o árbitro de vídeo, que é um produto novo, lançado e desenvolvido por nós. Somos uma equipe multi-tarefa. Nós não organizamos somente os cursos, somos também os instrutores. Interagimos e trabalhamos uns com os outros de uma forma incrível. Isso facilita na hora de realizar eventos como esses. 

Árbitros de elite passam por testes físicos

A segunda-feira (19) começou muito cedo para o grupo de 36 árbitros e assistentes, homens e mulheres, que participaram do Curso RAP para Árbitros de Elite. Às oito da manhã, na cidade de Jundiaí, em São Paulo, eles já estavam no local onde seriam submetidos à série de testes físicos protocolares FIFA que os habilita a continuar atuando em partidas de competições internacionais e da CBF. Muitos deles, árbitros do quadro da FIFA. 

– O índice de aprovação foi de 90 a 95%. As atividades foram realizadas com muita tranquilidade e tudo correu muito bem, dentro dos padrões que são adotados quando temos homens e mulheres sendo testados no mesmo dia – explicou Paulo Camelo, instrutor físico da Escola Nacional de Arbitragem do Futebol da CBF.

Assista abaixo dois vídeos que mostram como foram as atividades dos cursos para árbitros promissores e de elite.