Curso FIFA-RAP Feminino 2024 é concluído com sucesso

Curso FIFA-RAP Feminino 2024 é concluído com sucesso

CBF e FIFA encerram as turmas deste ano após atividades em campo e aulas teóricas

Curso RAP-FIFA - Segunda turma da pré-temporada da arbitragem feminina Curso RAP-FIFA - Segunda turma da pré-temporada da arbitragem feminina
Créditos: Joilson Marconne / CBF

A segunda edição do Curso FIFA-RAP Feminino se encerrou na manhã desta sexta-feira (23). Duas turmas com 32 árbitras passaram por quatro dias de atividades. No fim das aulas, as árbitras e assistentes receberam os certificados de conclusão do curso.

Divididas entre treinos em campo e aulas teóricas, as árbitras tiveram uma imersão nas técnicas e ajuda para melhorar a parte física.

A primeira turma se reuniu entre os dias 5 e 9 de fevereiro, já a segunda este junta do dia 19 de fevereiro a esta sexta-feira, quando aconteceu o encerramento.

Encerramento FIFA-RAP Feminino 2024 Encerramento FIFA-RAP Feminino 2024
Créditos: Arnaldo Jasson/CBF

Regildenia Moura, integrante da Comissão de Arbitragem e coordenadora do FIFA-RAP Feminino, avaliou o desempenho das árbitras e assistentes.

"Encerramos o curso hoje com uma sensação de dever cumprido. Foi muito prazeroso. Nós trabalhamos com 64 árbitras, onde foi evidente o crescimento e a evolução delas durante os dias que foram passando de treinamento."

"Essa excelência já é fruto do trabalho que a gente realizou ano passado, que já houve uma evolução muito grande e é uma felicidade poder escutar isso de pessoas que estão vendo de fora."

Encerramento FIFA-RAP Feminino 2024 Regildenia Moura e as instrutoras FIFA, Barbra Bastias e Ana Leite, durante encerramento da segunda turma do FIFA-RAP Feminino 2024
Créditos: Arnaldo Jasson/CBF

Esta edição do curso contou com a colaboração de instrutoras da FIFA. A primeira turma contou com o auxílio da argentina Sabrina Lois, já a segunda contou com o apoio da chilena Barbra Bastias e da uruguaia Ana Leite.

"As instrutoras FIFA que estavam aqui também notaram essa evolução, elas ficaram impactadas com o nível de organização do curso e o nível técnico das árbitras", disse Regildenia, que ainda lembrou da importância de ter o FIFA-RAP Feminino no calendário nacional de arbitragem.

"A expectativa é que a gente possa estar no calendário nacional esse curso para que ano após ano essa evolução seja evidente e que a gente possa colher os frutos em médio e longo prazo. Estamos aumentando o número de mulheres no campo de jogo porque cada vez mais elas têm uma oportunidade e estão comprovando a sua capacidade."

Instrutora FIFA, Sabrina Lois, durante encerramento da primeira turma do FIFA-RAP Feminino 2024
Créditos: Lesley Ribeiro/CBF

Por fim, ela elogiou o trabalho das instrutoras de arbitragem da CBF e agradeceu ao presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, e ao presidente da Comissão de Arbitragem, Wilson Seneme.

"Também estamos desenvolvendo as nossas instrutoras e a evolução delas é notória e tudo isso é fruto de um investimento. Por isso eu não me canso de agradecer ao presidente Ednaldo Rodrigues por estar investindo e incentivando o calendário da arbitragem feminina brasileira. Gostaria de agradecer também ao presidente da Comissão de Arbitragem, Wilson Seneme, por me dar a oportunidade de realizar essa função de poder desenvolver a arbitragem feminina do Brasil."

Ednaldo Rodrigues durante encerramento da primeira turma do FIFA-RAP Feminino 2024
Créditos: Lesley Ribeiro/CBF

PATROCINADORES

A CBF Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics