Comissão de Arbitragem inicia 2ª turma do Curso de Capacitação do VAR 2019

Comissão de Arbitragem inicia 2ª turma do Curso de Capacitação do VAR 2019

Formado em sua maioria por árbitros e assistentes que nunca tiveram contato com a ferramenta, grupo faz atividades em imersão pelos próximos nove dias

Curso de capacitação de árbitro de vídeo em Águas de Lindóia (SP)

Curso de capacitação de árbitro de vídeo em Águas de Lindóia (SP)

Créditos: CBF

Curso de capacitação de árbitro de vídeo em Águas de Lindóia (SP)

Curso de capacitação de árbitro de vídeo em Águas de Lindóia (SP)

Créditos: CBF

A segunda turma do Curso de Capacitação para Árbitros Assistentes de Vídeo, Operadores e Instrutores do ano de 2019 iniciou as atividades de imersão na tarde desta quarta-feira (27). No Eco Resort Oscar Inn, em Águas de Lindóia (SP), 32 árbitros e assistentes, além de 24 instrutores, começaram os trabalhos na sala de aula. Formado em sua maioria por participantes que nunca tiveram contato com o VAR, o grupo recebeu um material com todo o protocolo da ferramenta, passa por avaliações escritas e acompanha slides e vídeos.

A vontade de aprender é grande. Isto fica evidenciado durante as atividades teóricas, quando os participantes pedem a palavra e elucidam dúvidas com os instrutores. A programação prevê uma rotina pesada, com atividades em três e até quatro turnos em alguns dias. O assistente mineiro Sidmar Meurer, um dos "novatos" com o árbitro de vídeo, ressalta a grande oportunidade em participar do que considera um momento histórico.    

– Este está sendo o meu primeiro contato com o VAR. Mas temos acompanhado o esforço que a CBF, através da Comissão de Arbitragem, tem feito para instituir esta tecnologia no nosso futebol. E o sentimento que fica é de privilégio por poder acompanhar, fazer o curso, ter este contato mais de perto com a tecnologia. Espero que nestes dias possamos viver intensamente a tecnologia para aprender a ter o auxílio da ferramenta – destacou.

A falta de contato não causa problema para os árbitros participantes. O que poderia ser um medo por conta da novidade é transformado em motivação. O gerente de projetos da CBF, Gustavo Barbosa, faz um balanço sobre o momento da ferramenta no Brasil e dá o seu parecer sobre a turma atual. 

– O VAR tornou-se um projeto grandioso no Brasil, mais de 400 jogos, contando Brasileirão e Copa do Brasil. Temos uma grande estrutura, condizente com o crescimento do VAR no mundo inteiro. Vai ser uma semana muito intensa, de muito conteúdo, e vai exigir muito foco. Um ponto importante é atenção aos detalhes, porque isso vai fazer a diferença. E vejo nos rostos de todos os participantes muita motivação – afirmou. 

Esta etapa do curso conta com a supervisão de um representante da FIFA, o ex-árbitro paraguaio Henrique Cáceres. As atividades seguem nesta quinta-feira (28) com mais um dia de trabalhos teóricos. A programação prevê que os árbitros e assistentes desçam para o gramado e atuem na sala de operação do árbitro de vídeo (VOR) na sexta (29).