Juventude e experiência

11/03/2016 às 19:22 | Assessoria CBF

Caçulas da Sub-20 comentam etapa de treinamento

A primeira etapa de treinos da Seleção Feminina Sub-20 acabou nesta sexta-feira (11), mas a experiência vivida por quatro jogadoras convocadas pelo técnico Doriva Bueno vai ficar marcada. Ariane, Katrine, Geyse e Thaís, nascidas em 1998, foram as caçulas entre as 24 jogadoras concentradas na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Mas, apesar da pouca idade, as meninas tem bagagem quando o assunto é Seleção e somam mais de quinze convocações entre a Sub-17 e a Sub-20.

As quatro jovens jogadoras mostraram maturidade e seriedade na preparação para a Copa do Mundo da categoria durante os doze dias de concentração. As 24 atletas fizeram trabalhos específicos e jogos-treinos na Granja, sempre visando a desenvoltura individual e coletiva. Sobre essa vivência, e a meia Katrine, convocada cinco vezes, revelou que a idade não importa dentro de campo, já que todas buscam evoluir.

– Foi uma experiência incrível, tanto pessoal quanto profissional. Nesses dias na Granja, vi que a única diferença entre a gente e as outras jogadoras é realmente só um número, a idade. Dentro de campo somos todas iguais, fazemos o mesmo treinamento e temos o mesmo objetivo: evoluir com a Seleção – declarou a camisa 7.

Jogadora do meio-campo, Thaís foi chamada pela primeira vez para a Sub-20 e aproveitou a oportunidade para desenvolver seu futebol.

– Aprendi muito durante esse período. É a minha segunda passagem pela Seleção, a primeira pela Sub-20, e pude absorver muito e aprender, tanto com a comissão técnica quanto com as jogadoras veteranas – comentou Thaís.

As jogadoras retornam para seus respectivos clubes, e aguardam a próxima convocação para a etapa de treinamento visando o Mundial Sub-20, marcado entre 13 de novembro e 3 de dezembro, em Papua Nova Guiné.

Leia mais

Nossos patrocinadores