Nesta quarta!

17/05/2017 às 10:21 | Assessoria CBF

Sport e Bahia começam a decidir o Nordestão

Créditos: Divulgação/Aldo Carneiro/Pernambuco Press

Os primeiros 90 minutos da decisão da Copa do Nordeste serão disputados nesta quarta-feira (17). Na Ilha do Retiro, às 21h45, Sport e Bahia se enfrentam buscando vantagem no jogo de ida da grande final. Na quarta seguinte, os times definem o título na Fonte Nova.

Com o apoio da torcida na Ilha, o Sport entra para o primeiro jogo da final com ao menos cinco desfalques. O volante Rithely e o lateral-esquerdo Evandro cumprem suspensão pela expulsão no Clássico das Multidões do último dia 3, enquanto os zagueiros Ronaldo Alves e Henríquez, e o atacante Marquinhos estão fora por problemas físicos. O técnico Ney Franco ainda pode perder o lateral-esquerdo Mena, com problema muscular – o Departamento Médico vai esperar até momentos antes de a bola rolar para definir se o chileno vai ou não para a partida. Em compensação, Diego Souza não deve ser problema para a partida. Após três jogos fora por conta de problemas musculares, o jogador participou normalmente do último treino e reforça o Leão, que deve entrar em campo com: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Raul Prata; Ronaldo, Fabrício e Diego Souza; Everton Felipe, Rogério e André.

O Bahia chega empolgado para a final. Além de ter o melhor aproveitamento entre todos os times da Copa do Nordeste, o Esquadrão de Aço vem embalado pela boa estreia no Campeonato Brasileiro, onde goleou o Atlético-PR por 6 a 2, em casa. Apesar da boa fase, a equipe baiana disputa o jogo desta noite com desfalques importantes. Artilheiro da competição, com seis gols marcados, o meia Régis cumpre suspensão, assim como o lateral-esquerdo Armero e o volante Edson. O atacante Hernane, com cinco gols no torneio, se recupera de fratura na perna esquerda e também está fora. As ausências forçam o técnico Guto Ferreira a modificar a equipe. No entanto, o treinador fez mistério e não revelou como será a escalação. As opções para o lugar de Régis, por exemplo, são Zé Rafael e Diego Rosa. A tendência, então, é que o Bahia jogue com: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca (Éder), Matheus Reis; Renê Junior, Juninho e Zé Rafael; Allione, Edigar Junio e Gustavo (Maikon Leite).

Leia mais

Nossos patrocinadores