Dirigentes repercutem sorteio

11/01/2016 às 17:09 | Assessoria CBF

Gigantes regionais podem duelar já na 2ª fase

Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

A Copa do Brasil é uma competição que reserva emoção para as torcidas de todos os cantos do país. Em 2016 não será diferente. No sorteio dos confrontos da primeira fase do torneio, nesta segunda-feira (11), algumas possibilidades de duelos se desenharam. Haja coração para as torcidas de Santa Cruz e Náutico, no Recife; de Paraná e Atlético Paranaense, em Curitiba; e de ABC e América, em Natal. Essas equipes podem promover clássicos já na segunda fase da Copa do Brasil, de acordo com o chaveamento e os resultados na primeira fase. 

CLIQUE AQUI e confira todas as chaves e confrontos da primeira fase da Copa do Brasil 

O vice-presidente do ABC, Leonardo Câmara, acompanhou o sorteio e comentou a possibilidade do encontro entre os rivais do Rio Grande do Norte. 

– A possibilidade do clássico acontecer pode ser o novo na competição. Nós esperemos passar para a próxima fase. Vamos viver agora o ressurgimento do ABC. Fomos rebaixados no ano do centenário e 2016 será o nosso recomeço – disse o dirigente.

Inter de Lages e Ponte Preta esperam confrontos difíceis

O Internacional de Lages encara o Sampaio Corrêa na primeira fase da Copa do Brasil. Cristopher Nazário Nunes, presidente do clube de Santa Catarina, comentou que o adversário é difícil, mas que a equipe vai buscar a vaga.

– Adversário muito difícil. Time terminou em 8º lugar na Série B. Sampaio tem uma torcida muito grande e vem se consolidando no futebol brasileiro. Vamos encarar e tentar jogar de igual para igual. Nosso objetivo é poder brigar para passar para a segunda fase. Queremos enfrentar uma grande equipe do Brasil. Mas só de estar na competição já é um orgulho para a nossa cidade – ressaltou.

O vice-presidente da Ponte Preta, Giovanni Dimarzio, também acredita que o seu time não terá vida fácil diante da Caldense, em Minas Gerais. O dirigente, no entanto, destacou que o deslocamento para a partida é um ponto positivo. 

– Pegamos um confronto complicado. É um time tradicional de Minas. Positivo é só a distância. Nossa expectativa é fazer uma boa competição. Mantivemos 60% do elenco que foi muito bem em 2015. Repusemos as perdas. Por tudo que estamos fazendo, o nosso objetivo é fazer uma boa Copa do Brasil para o nosso torcedor. 

Leia mais

Nossos patrocinadores