Experiência na bandeira

16/02/2017 às 18:01 | Assessoria CBF

Alessandro Rocha Matos: 17 anos no quadro da FIFA

Créditos: Kin Saito/CBF

Na manhã desta quinta-feira (16), os árbitros brasileiros receberam a insígnia de integrantes do quadro da FIFA em cerimônia na sede da CBF, no Rio de Janeiro (RJ). Seis árbitros conquistaram a honraria pela primeira vez. Mas o assistente Alessandro Rocha Matos, da Bahia, sabe bem como é carregar o escudo da entidade máxima do futebol no peito: ele está indo para o 17º ano seguido no quadro.

O assistente passou a fazer parte da arbitragem da FIFA em 2001. Alessandro não esconde a felicidade pela manutenção de seu nome na elite da arbitragem mundial, exaltou os colegas que estão atingindo o alto nível neste momento e detalha um pouco mais de sua preparação.

– Estou muito feliz por continuar no quadro da FIFA, em que estou desde 2001, com muito trabalho, esforço, dedicação... E tudo isso é refletido dentro de campo. Procuro manter esse trabalho. E torço muito para as meninas que estão indo para essa preparação para o Mundial. Têm muita competência e sei que têm condições de apitar qualquer jogo, estão cada vez melhores. Para me manter no auge tenho muito treinamento, seriedade, dedicação, ética acima de tudo e muita oração – destacou em entrevista ao site da CBF. 

Por fim, Alessandro mostra o zelo com o futuro da arbitragem brasileira. O assistente tenta usar a experiência que adquiriu ao longo dos anos para ajudar os colegas mais novos.

– A gente sabe que serve de modelo para os mais novos e procura sempre ajudar quando encontro com eles em jogos e pré-temporada. Tento sempre passar um apoio aos mais jovens porque são o futuro da nossa arbitragem – acrescentou. 

Leia mais

Nossos patrocinadores