Licença C

Curso de Licença C é concluído em Belo Horizonte

Licença voltada para professores de escolas de futebol aconteceu de 2 a 10 de setembro em Belo Horizonte/MG

img1

Licença C é realizada pela primeira vez em Belo Horizonte, entre os dias 2 a 10 de setembro

Créditos: João Camargo/ CBF Academy

img1

Erasmo Reyes Valdivia conversa com o analista de desempenho Carlos Thiengo

Créditos: João Camargo/ CBF Academy

img1

Débora Ventura leciona a disciplina de Futebol Feminino

Créditos: João Camargo/ CBF Academy

img1

Israel Toledo e alunos em Treinamento de Campo

Créditos: João Camargo/ CBF Academy

Após a chegada a Belo Horizonte com o curso de Análise de Desempenho nas Categorias de Base, a CBF Academy desembarcou novamente na capital mineira para realizar a Licença C, entre os dias 2 a 10 de setembro.

Porta de entrada para a carreira de treinador profissional, a Licença C é voltada para professores de escolas de futebol. Original do Panamá, Erasmo Reyes Valdivia veio ao Brasil para se qualificar e levar os conceitos aprendidos na licença para o projeto que é responsável no país.

– Eu decidi fazer a Licença C da CBF porque o Brasil tem cinco estrelas. Os grandes jogadores e treinadores estão aqui. Para aprender, tem que ser com os melhores. Venho de um país que não possui uma cultura de futebol, sou o primeiro panamense a fazer o curso. Acredito que a Licença C vai trazer muitos benefícios para mim e para o meu projeto.

Durante a semana, os alunos tiveram aulas de Gestão de Escolas de Futebol com Antônio Cimirro, Ensino do Futebol para Crianças e Adolescentes com Luiz Rigolin, Aspectos Gerais do Treinamento com Diogo Giacomini, dentre outras disciplinas. Instrutor dos cursos da CBF Academy, o professor Israel Toledo ministrou a disciplina de Treinamento de Campo e destacou as atividades praticadas na aula.

– A disciplina é teórico-prática que procura desenvolver nos alunos a capacidade em refletir as suas práticas, com base no que há de mais evoluído na ciência atual. E propicia aos alunos, em termo de vivência prática, a experiência em testar o novo conteúdo dentro do componente tático da disciplina.

Auxiliar-técnica da Seleção Sub-17, Débora Ventura lecionou sobre o Futebol Feminino para os alunos da Licença C. Débora comentou sobre os desafios de integrar meninas na modalidade e como incentivar a prática nas escolas de futebol. 

– O maior desafio é implantar uma turma formada apenas por meninas, ainda mais se for dividida em faixa etária ou categorias. Parcerias com escolas públicas e particulares são boas iniciativas para divulgar e disseminar a proposta. Organizar campeonatos, torneios, eventos internos e interescolares ajudam a fortalecer a ideia de que o futebol é para todos, inclusive para meninas.